Automóvel

Dias de volante: Choveu, e agora? O que fazer em caso de enchente

Apesar de ser habilitada há mais de oito anos, tenho pouca experiência no volante. Comecei a dirigir há pouco mais de um ano e a cada dia aprendo uma coisa nova. E por isso quero compartilhar com vocês as minhas experiências no mundo automobilístico.

Hoje, por exemplo, caiu uma chuva torrencial em São Paulo (sim, nós precisávamos [e muito] de chuva), mas quando isso acontece à cidade registra vários pontos de alagamento.  E hoje tive que passar com o meu carro por uma mini enchente. Na minha cabeça, neste tipo de situação o motorista tinha que passar a primeira marcha no carro e acelerar.  Quando cheguei em casa, resolvi pesquisar sobre como agir nesta situação, e descobri que fiz tudo errado! =(

o que o motorista deve fazer em caso de enchente_dias estilosos

E como o verão está apenas começando, quero compartilhar com vocês (motoristas experientes ou não) como agir em caso de enchente. As dicas são do Centro de Experimentação e Segurança Viária (Cesvi).

  • Não tente passa por um trecho alagado. Se possível, deixe o carro em um ponto alto e espere a água baixar;
  • Mas, se não tiver jeito, antes de passar pela área alagada desligue todos os componentes do veículo (como o ar condicionado, aparelho de som e iluminação interna, por exemplo) para não sobrecarregar o sistema do carro;
  • Mantenha o carro entre a primeira e segunda marcha (se o seu carro for automático entre as posições D e N) e faça o deslocamento com uma velocidade baixa e constante (evite frear), sem exceder os 20 km/hora. Isso evita que a água entre pelo cano do escapamento do carro;
  • Evite a proximidade com outros veículos. Caso você observe algum trecho com uma movimentação de água estranha não passe no local, pode ser um bueiro ou um buraco;
  • E o mais importante: mantenha a calma!

Alagou, e agora?

  • Atenção: O motorista deve retirar o carro de uma área alagada apenas se tiver que terá tempo hábil para colocar o automóvel em um local mais alto. Caso contrário deixe o carro onde esta (mesmo com o seu coração arrebentado);
  • Sob hipótese alguma acelere o carro para tentar passar por uma enchente. A água pode ocasionar sérias avarias ao veículo;
  • Se você estiver preso no congestionamento e a água subir rapidamente desligue o carro e saia imediatamente.
  • Quando a água baixa não ligue o carro! Com a enchente, a água pode ter entrado no escapamento ou nas câmaras de combustão do motor, e dar a partida no carro pode piorar a situação. O ideal é chamar o guincho e levar o carro para um mecânico de confiança;
  • Caso a sua apólice de seguro contemple avarias em caso de enchente entre imediatamente em contato com a operadora, não ligue o carro e não chame o guincho;
  • Depois de passar por área alagada fique atenta aos freios. A água pode encharcar as pastilhas e lonas de freio, prejudicando a eficiência da frenagem no primeiro contato após a chuva. A dica é dirigir em velocidade moderada e dar pequenas freadas, isso ajuda a limpar a sujeira acumulada no disco e lonas.

Descobri uma coisa que me deixou #chocada. Muitas apólices de seguro não oferecem proteção contra enchente. Para isso, você precisa contratar o seguro completo (que inclui roubo, colisão e incêndio). Então redobre a atenção na hora de escolher a sua apólice! Caso o seguro do seu automóvel contemple casos de avarias em enchente, preste atenção nesta dica: o motorista precisa provar que foi pego de surpresa com uma enchente. De acordo com o vice-presidente da Federação Nacional de Seguros, acelerar o carro para passar pela enchente, por exemplo, não configura surpresa. E o seguro não restitui o motorista.

Bem, agora vou rezar para que nada tenha acontecido com o meu pobre carro.

E você. Já passou por uma situação parecida?

Beijos

Pin It

Speak Your Mind

*