Pessoal

Jovem dá exemplo de superação após ser abandonada pelo noivo

Ai, o amor.  O flerte, o primeiro encontro, o inicio do namoro, as descobertas da vida a dois, o noivado, o casamento e, em alguns casos o término. Sim, o TÉRMINO! Palavrinha temida por muitos (principalmente quando estamos apaixonadas), mas que diferente dos contos de fadas é muito comum de acontecer na vida real. Os relacionamentos têm começo, meio e fim.  E nunca é demais lembrar: para  começar um namoro, as duas partes precisam concordar. No término não. E a forma como vamos administrar essa perda é que fará a diferença. Não para outra pessoa, mas para NÓS MESMOS.

Abrir mão de um relacionamento (digo por experiência própria) não é fácil; dói bastante, mas é necessário.  Além disso, estes episódios nos ajudam a amadurecer e nos tornamos pessoas melhores.

Vejam o caso da estudante Shelby Swink, 23 anos, que conheceu o seu ex-noivo na faculdade, em 2011. O casal planejava se casar em novembro. Mas quando chegou a semana da cerimônia, o então noivo disse a ela que não queria se casar porque não a amava.

DIAS ESTILOSOS_CASAMENTO_4

Photo courtesy of Elizabeth Hoard Photography

“Bam. Meus sonhos de me casar e ter filhos com aquele que eu achei que seria o homem com quem passaria o resto da minha vida desapareceram”, disse. “Eu estava completamente em choque e não tinha ideia do que fazer ou do que pensar. Eu estava entorpecida. Os próximos dias foram desagradáveis, tivemos que ligar para os convidados e cancelar as compras”, afirmou.

Muitas (como eu) matariam o infeliz, mas Swink não! Ela resolveu encerrar este ciclo de uma forma diferente. Na data em que aconteceria a cerimônia, a jovem convidou os pais e as amigas para participarem do ensaio fotográfico que marcou a destruição do seu vestido de noiva.

“Minha mãe foi quem pagou pelo vestido, por isso eu fiquei preocupada em como ela reagiria quando eu dissesse o que iria fazer. Mas tanto ela quanto meu pai me apoiaram 100% e quiserem participar disso por mim.” Para comemorar, o pai da jovem levou até charutos.

DIAS ESTILOSOS_CASAMENTO_1

Photo courtesy of Elizabeth Hoard Photography

DIAS ESTILOSOS_ CASAMENTO_3

Photo courtesy of Elizabeth Hoard Photography

“Eu não consigo nem descrever o quanto essa experiência foi liberadora e purificadora para mim, disse Swink. “No momento que a primeira gota de tinta caiu no vestido, eu me senti livre.”

DIAS ESTILOSOS _CASAMENTO12

Photo courtesy of Elizabeth Hoard Photography

DIAS ESTILOSOS_CASAMENTO6

Photo courtesy of Elizabeth Hoard Photography

DIAS ESTILOSOS_CASAMENTO_101

Photo courtesy of Elizabeth Hoard Photography

Fiquei emocionada com esta história. Ela tinha todos os motivos para ficar se lamentando da vida, mas ela ESCOLHEU encarar o problema de frente e dar um desfecho digno para SUA HISTÓRIA.  Acredito muito nisso! O término de um relacionamento não é, de fato, um momento mais agradável, mas a forma com a situação é conduzida faz toda a diferença.  Não importa o motivo para o fim, mas o desfecho que VOCÊ deseja dar a essa história.  O papel de vítima é o caminho mais fácil, mas será que ele é o mais JUSTO COM VOCÊ?  Digo com convicção: NÃO.  Além de causar muito sofrimento esta opção é, sem dúvida, um atraso de vida. Um belo dia passa o torpor da separação e você percebe o tempo que perdeu com algo que não valia mais a pena.

DIAS ESTILOSOS_CASAMENTO_5

Photo courtesy of Elizabeth Hoard Photography

E, como não podia ser diferente, fui as lágrimas quando li a frase que ela diria par ao ex-noivo, caso o reencontra-se: “Obrigada por me poupar maiores dores e perdas no futuro. Obrigada por me forçar a reconhecer minha própria força… Obrigada por me ensinar que ninguém pode tirar minha felicidade de mim. Obrigada por me deixar para que eu tivesse a chance de experimentar um amor verdadeiro. OBRIGADA!”

DIAS ESTILOSOS_CASAMENTO_12

Photo courtesy of Elizabeth Hoard Photography

Swink, faço minhas as suas palavras: MUITO OBRIGADA!

Beijos

Pin It

Speak Your Mind

*