Variados

Novidade: Você conhece a Linha 180, da Avon?

Responda com sinceridade: você já julgou uma mulher por usar roupa curta? Ou atribuiu uma crise de estresse a ‘falta de homem’? Você já deixou de usar uma determinada roupa porque o seu parceiro não considerava apropriada? Pois é! Vivemos em uma sociedade machista, e, infelizmente, reproduzimos esse tipo de discurso em algum momento da vida.

Pensamentos como estes contribuem para que uma em cada três mulheres tenham sofrido algum tipo de violência. E, na maioria das vezes, o autor é o homem com quem elas mantiveram (ou mantém) um relacionamento amoroso.

Existe inúmeros tipos de agressões: físicas, psicológicas, sexuais ou patrimoniais. O que muita gente não sabe é que todas elas são consideradas crimes puníveis, com base na Lei Maria da Penha.  Independente do seu status de relacionamento com o acusado, que pode ser seu marido, namorado, amante, ficante ou até mesmo ex.

Mas, para que esses crimes sejam julgados e deixem – um dia – de ocorrer, é preciso denunciar e buscar ajuda. Pensando nisso, o Instituto Avon criou a Linha 180, para combater a violência contra a mulher. 180 é o número é o da Central de Atendimento à Mulher, serviço este oferecido pela Secretaria de Políticas para as Mulheres, da Presidência da República.

A Linha 180 é indicada para mulheres de todas as idades e estilos, que descobriam o quanto merecem ser lindas e realizadas. A criatividade do Instituto Avon na escolha e descrição dos produtos (todos fictícios, é claro) me deixaram impressionada. Vejam:

dias-estilosos_instituto-avon_linha-1801dias-estilosos_instituto-avon_linha-180

Incrível, não? Parabéns Instituto Avon por levantar essa bandeira e pela realização de campanhas de conscientização para o combate à violência contra a mulher.

Precisamos encarar este problema com coragem e denunciar sem medo. Ao contrário do que muitas mulheres acreditam, homens violentos não mudam. E após o pedido de desculpa e um período de paz, fatalmente, acontecerá uma nova agressão, seguida de outra, até que uma delas podem tirar o seu bem mais precioso, a sua VIDA. Não se deixe silenciar.

Outra coisa importante: agressão psicológica e tão maléfica quanto a física. Ela deixa marcas na alma e destrói com a autoestima e a saúde física e mental da vítima. Afaste-se deste tipo de pessoa.  A frase que eu vou usar agora é um jargão, mas que nunca esteve tão em moda: Quem gosta cuida, e não machuca! Se a pessoa te faz sofrer: caia fora! Este não é um bom relacionamento para você estar envolvido.

A Central de Atendimento à Mulher funciona 24 horas. A ligação é gratuita e você não precisa se identificar. Basta discar 180, contar a sua história (ou de uma mulher que esteja passando por esse tipo de situação) e você receberá orientações para o caso. Muitas mulheres foram salvas por causa de um simples telefonema.  Ligue sempre que precisar!

Para saber mais sobre esta e outras iniciativas acesse o site do Instituto Avon e da Secretaria Especial de Política para as Mulheres.

Se você sofre algum tipo de agressão, está sendo ameaçada ou conhece alguém que está passando por este problema, DENUNCIE. A violência não pode ser maquiada.

Beijos

Pin It

Speak Your Mind

*