Saúde

Verão: Proteja a sua pele contra o câncer de pele

Já pintou verão, calor no coração, a festa vai começar. E para aproveitar os momentos de lazer na praia, piscina ou no parque, você não pode abrir mão do protetor solar =)

A exposição solar sem proteção e fora dos horários recomendados é a principal causa de câncer de pele não-melanoma, o mais comum na população brasileira. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), corresponde a 30% de todos os tumores malignos registrados no país. E os dados para o biênio 2016/17 não são nada animadores. Segundo estimativas, o país deve registrar 175.760 novos casos da doença.

dias-estilosos_como-evita-ro-cancer-de-pele

A boa notícia é que com a adoção de medidas simples no dia a dia e acompanhamento médico regular é possível prevenir o câncer de pele. A seguir, veja algumas dicas do médico epidemiologista e do oncologista clínico da Fundação do Câncer, Alfredo Scaff e Frederico Müller, de como aproveitar o verão sem colocar em risco a sua saúde.

  • O melhor horário para pegar sol

O período recomendado é antes das 10h e após as 16h. Neste intervalo, a radiação solar é perigosa, favorecendo o envelhecimento precoce e aumenta o risco de desenvolver câncer de pele.

Além disso, a exposição ao sol (no horário correto) garante absorção de vitamina D, que contribui com o fortalecimento dos ossos.

  • Cuidados na praia ou piscina

Proteção é sempre a melhor opção. Por isso, use (e abuse) do protetor solar; óculos escuros (com filtro ultravioleta); chapéu; boné e do guarda-sol (de preferência, confeccionado com algodão ou lona, evitando barracas de nylon).

O filtro solar deve ter, no mínimo, FPS 30 (contra radiação UVA e UVB) para o corpo e os lábios. Reaplique o produto a cada duas horas.

  • Se você trabalha ao ar livre

Os tumores de pele estão relacionados a alguns fatores de risco e, principalmente, à exposição aos raios ultravioletas do sol. Pessoas que trabalham sob o sol são mais vulneráveis ao câncer de pele não-melanoma. Além dos cuidados básicos de proteção, quem trabalha ao ar livre durante o dia deve usar camisas de manga longa e calças compridas e buscar abrigo na sombra.

O protetor solar deve ser repassado na frequência indicada pelo profissional de saúde. Vale ressaltar que, fora do prazo, eles não oferecem proteção. Essas orientações também são válidas para quem pratica atividades físicas ao ar livre.

dias-estilosos_como-evita-ro-cancer-de-pele1

  • Riscos do bronzeamento artificial

As câmaras de bronzeamento artificial trazem riscos comprovados à saúde. A prática de bronzeamento artificial antes dos 35 anos aumenta em 75% o risco de câncer de pele, além de acelerar o envelhecimento precoce e provocar outras dermatoses.

  • Sintomas que podem indicar câncer de pele

Feridas na pele que demoram a cicatrizar (em um período maior que quatro semanas), variações na cor de sinais que já existiam, manchas que coçam ou sangram e o surgimento de pintas com bordas irregulares podem ser indicativos da doença. Se você notar o surgimento de alguma mancha, procure um médico.

  • Grupos de risco na população

O câncer de pele se manifesta, na maioria dos casos, em pessoas com mais de 40 anos, de pele e olhos claros; pessoas albinas e com história de câncer de pele na família. A doença é relativamente rara em crianças e pessoas de pela negra, com exceção dos portadores de lesões cutâneas anteriores.

Agora aproveite (e muito) o verão, com segurança!

Beijos

Pin It

Speak Your Mind

*